Financiamento para casas pré-fabricadas: como obter?

Casas pré-fabricadas: como viabilizar o financiamento?

“A minha família está a pensar em investir na construção de uma casa modular para instalarmos na aldeia onde passamos as nossas férias. Os bancos dão algum tipo de financiamento para a compra de casas pré-fabricadas?

Sim, é possível obter financiamento para a compra de casas pré-fabricadas, mas a oferta disponível não é muito vasta. A Caixa Geral de Depósitos é das poucas instituições financeiras a disponibilizar no seu site uma linha de crédito habitação especialmente dirigida a este segmento. Através da linha “Crédito Habitação – Casas Pré-fabricadas”, concede financiamento (montante mínimo de 5 mil euros, valor máximo correspondente a 80% do valor da avaliação ou 90% do valor da aquisição) para a compra, construção ou obras na casa pré-fabricada, tendo o empréstimo um prazo máximo de 25 anos. Também os CTT têm um financiamento para dirigido para a compra de casas em aço leve (Light Steel Frame - LSF) até a um valor máximo de 90% do montante de investimento ou da avaliação (o menor dos dois valores).

Além disso, poderá negociar com as instituições financeiras a contratação de um empréstimo para este propósito dentro das linhas tradicionais do crédito habitação. Mas atenção: não é certo que o banco lhe conceda crédito. O facto de casas modulares ou pré-fabricadas terem características específicas que saem fora do padrão das construções convencionais e de usarem outro tipo de materiais influencia a avaliação do risco e a decisão do banco em conceder (ou não) uma linha de crédito para este efeito.

Recorde-se que estas casas são constituídas por módulos construídos em fábricas e que depois são transportados para o terreno onde se realiza a montagem final. Por isso, tudo dependerá do projeto de casa pré-fabricada que apresenta. Por exemplo, se a casa pré-fabricada for amovível, dificilmente o banco a aceitará como garantia, constituindo assim um entrave à aprovação do empréstimo. As dificuldades poderão também ser sentidas no momento da contratação de um seguro multirriscos, uma vez que a oferta é também reduzida para este segmento.

Um outro aspeto a salientar é que as condições de financiamento para a construção de casas pré-fabricadas são diferentes face às praticadas no crédito habitação convencional: os prazos máximos de amortização são consideravelmente mais curtos e as taxas de juro mais elevadas.

Casas pré-fabricadas ou modulares: descubra as diferenças

Chama-se a uma casa pré-fabricada quando esta é construída em fábrica e transportada de forma inteira para o local final. Quando a casa é construída por módulos, que são depois unidos e montados no destino final trata-se de uma casa pré-fabricada modular. Os materiais mais comuns usados na construção deste tipo de casas são a madeira e o LSF.


Casas pré-fabricadas: como contornar as dificuldades na obtenção de financiamento?

Existem duas soluções alternativas para a obtenção de um empréstimo. Por um lado, os cidadãos poderão contratar um crédito pessoal. Se essa for a sua opção, tome especial atenção às taxas de juro oferecidas (uma vez que estas são mais elevadas comparativamente aos juros praticados no crédito habitação) e verifique o peso que este encargo representará no seu orçamento familiar. Utilize a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global) para apurar a totalidade dos custos envolvidos e comparar as diversas ofertas. Se quiser acelerar este processo e saber qual é a instituição que oferece o melhor crédito pessoal para a compra de uma casa pré-fabricada utilize o simulador de crédito pessoal da Twinkloo disponível aqui.

Uma outra opção passa por recorrer às linhas de financiamento protocoladas entre as empresas especializadas na construção de casas pré-fabricadas e as instituições financeiras.

Faça as contas, compare as diversas opções e não se esqueça de avaliar todas as vantagens e desvantagens associadas à construção de casas modulares.

LIGUEM-ME
GRÁTIS