Crédito Habitação jovem: como comprar casa até aos 35 anos

Se tem menos de 35 anos e quer comprar casa saiba quais são as condições

Que apoios existem para os jovens terem acesso à habitação?

Analisando o panorama de apoios que existem de acesso à habitação jovem em Portugal, a oferta é muito escassa e está sobretudo focada no arrendamento. O Porta 65 é exemplo disso mesmo. Trata-se de um programa de apoio ao arrendamento jovem, dirigido aos jovens a partir dos 18 anos e com idade inferior a 35 anos. 

Mas para quem queira fazer um empréstimo à habitação jovem, não existem programas específicos de incentivo. Até setembro de 2002, existia o regime especial de crédito bonificado jovem, que permitia comprar casa com recurso a crédito, com condições especiais e com bonificações pagas pelo Estado. No entanto, desde outubro de 2002 que deixou de ser possível celebrar novos empréstimos à habitação ao abrigo deste regime.

Desde então, a banca foi adaptando a sua oferta a este segmento da população mais jovem. Assim, cada instituição financeira define as suas próprias condições.

Crédito Habitação jovem: o que oferece a banca?

Analisando as ofertas dos sete maiores bancos em Portugal, é possível verificar que são poucas as instituições com ofertas de empréstimos para a compra de casa dirigidas especificamente ao segmento jovem. Apesar disso, várias entidades atribuem algumas vantagens para os seus clientes mais jovens que recorram ao crédito para adquirir a sua primeira habitação. Assim, aqui ficam alguns exemplos de benefícios:

  • Alguns bancos oferecem uma bonificação no spread aos clientes até 35 anos. Contudo, estes devem aderir ou subscrever outros produtos ou serviços do mesmo banco. Por exemplo: domiciliação de ordenado, seguro de vida, seguro multirriscos, entre outros.
  • Outras instituições também concedem aos clientes mais jovens uma redução de 0,2% no spread, mas apenas durante os primeiros cinco anos do empréstimo. Há ainda a possibilidade de garantir que esta redução se aplica a todo o período, mas, para beneficiarem desta condição, os pais do jovem deverão ter um Crédito Habitação no mesmo banco.
  • Numa das maiores instituições financeiras, os clientes mais jovens poderão também beneficiar de condições de financiamento para a compra de casa mais vantajosas, se associarem o empréstimo a um reforço da hipoteca da casa dos pais.
  • Há também entidades bancárias que permitem a contratação de um Crédito Habitação sob a modalidade de prestações mistas. Neste caso, a prestação começa por ser mais reduzida e vai crescendo durante os primeiros 10 anos. A partir dessa data, permanece constante até ao final do empréstimo.

Como saber qual é a melhor oferta de Crédito Habitação jovem?

Quando visitar as diversas instituições financeiras e solicitar propostas de Crédito Habitação jovem, é importante ter atenção a alguns indicadores que vão permitir verificar qual é a mais vantajosa.

Assim, o Banco de Portugal recomenda que não se olhe apenas para o spread e se analise antes a TAEG (taxa anual de encargos efetiva global) e o MTIC (o montante total imputado ao consumidor). Da mesma forma, tenha em atenção o prazo de pagamento do empréstimo. Não se esqueça de que quanto mais longo, mais baixas as prestações mensais, mas mais caro ficará na totalidade.
Antes de fazer um empréstimo leia o Guia de Crédito Habitação da Twinkloo. Contacte-nos, queremos acompanhá-lo e facilitar todo o processo.

LIGUEM-ME
GRÁTIS