Jardim vertical em casa: Como criar e escolher as plantas perfeitas?

Traga mais vida à sua casa e melhore o humor criando um jardim em casa

Uma parede cheia de vida

Uma planta de chão no canto da sala, um parapeito com vasos de flores ou uma pequena aloe na cozinha. Desde logo, qualquer lugar, com as condições certas, é perfeito e beneficia da presença de várias espécies de plantas. Porém, porque não inovar e render-se a algo diferente?

Pois bem, um jardim vertical, como o nome indica, é plantado em altura. Assim, há diversas formas de o fazer:

Fachada ou parede

Geralmente exterior, é instalado numa fachada completa, numa zona ou num painel. Em primeiro lugar, considere a exposição solar, o vento, a rega e uma estrutura que aguente o peso. Assim, pode decidir se prefere um jardim de manutenção mais fácil ou um sistema complexo, que inclua sistemas automatizados (como de rega). Neste caso, deve contactar um profissional.

jardim vertical
jardim vertical

Móvel ou prateleira

No momento de criar um jardim vertical, esta solução pode ser muito simples: um móvel vertical, como uma estante, completamente dedicado às suas plantas e flores. Por outro lado, pode também colocar prateleiras na parede para os seus vasos. 

Jardim vertical suspenso

Na linha do jardim vertical em móvel, pode optar por uma estrutura de ferro ou de madeira que lhe permita ter as plantas suspensas. Aliás, se tiver aptidão e gosto, existe também a possibilidade de as pendurar do teto. Contudo, não se esqueça de ter em atenção as plantas escolhidas, especialmente em relação ao peso e à necessidade de vaso e de terra.

jardim vertical

Um jardim vertical perfeito

É ou não uma solução criativa para ter mais espaços verdes em interiores e dar um feeling único a exteriores? Assim, só tem de escolher a parede que vai acolher esta nova vida e ter em conta alguns fatores essenciais:

Como escolher as plantas adequadas?

  • Opte por plantas que não tenham raízes grandes e que não pesem muito.
  • Aproveite para ter muita variedade. Pode até incluir relva e trepadeiras, por exemplo.
  • Conheça as necessidades de cada planta. É interior ou exterior? Precisa de luz direta ou pode estar à sombra? 
  • No caso das paredes verdes, informe-se sobre que plantas são mais adequadas.
  • Escolha espécies que já estejam em vaso, próprias do local e do clima, e adeque os cuidados. Afinal, não é obrigatório semear flores de época, por isso, a altura do ano não tem de ser um problema.

Como fazer a manutenção de um jardim vertical?

  • Se pretende fazer um jardim vertical complexo e instalado por um especialista, siga então as indicações que lhe forem passadas ou invista, até, num cuidado profissional.
  • Se for um jardim de manutenção simples, atente a cada planta que escolher. Assim, informe-se sobre a necessidade, quantidade e periodicidade de:
  • Luz natural. É sempre necessário. No entanto, uma planta de exterior pode dar-se bem em sombra ou meia-sombra e uma planta de interior pode não aguentar a luz direta.
  • Rega. Pulverizar, colocar água num prato debaixo do vaso ou regar? As plantas de exterior podem precisar de rega diária na vertical e as de interior apenas de humidade. O ideal é manter o substrato fresco e húmido – regar demais leva a raiz a apodrecer.
  • Poda. Essencial sobretudo para prevenir pragas, controlar o tamanho e garantir o crescimento saudável das plantas.
  • Adubo. Comparativamente a uma plantação horizontal, o adubo utilizado será muito inferior, mas também poderá precisar de uma renovação mais frequente.
  • Recipiente. Dependendo de como queira exibir a planta, tenha em conta as variáveis, por exemplo, se podem estar suspensas sem vaso.

Como criar um jardim vertical original?

O importante é brilhar, ser criativo e escolher o que mais gostar. Como? 

  • Espaço diferente em casa: cozinha, casa de banho ou um pequeno canto na sala.
  • Disposição na parede: em escada, em caracol ou um simples quadro de plantas.
  • Originalidade no móvel: bambu, metal, antigo, renovado, de paletes. 
  • O recipiente também conta: escolha vasos de cerâmica, latas de alumínio, vasos integrados ou reutilize garrafas de plástico.
  • Diversidade, cor e variedade nas espécies de plantas. Aliás, pode também fazer uma horta vertical com ervas aromáticas.
  • E um jardim vertical artificial? Se gostava de ter a cor e o carisma, mas sabe que não tem disponibilidade para manter plantas, é uma boa opção para exterior e interior.

Como percebeu, o jardim vertical é uma forma simples, original e elegante de dar uma nova vida ao seu lar. Por isso, nada como aproveitar esta ideia para celebrar o outono e dar-lhe uma nova cor. Quem sabe se não é o começo de uma bela relação?

LIGUEM-ME
GRÁTIS