Dicas essenciais para tirar bolor das paredes e dos móveis

O bolor das paredes e dos móveis é um problema que afeta muitas casas. Ainda que se agrave durante as épocas mais húmidas do ano, esta é uma preocupação constante para muitas pessoas. Mas como deve ser combatido e erradicado? Com que produtos se deve fazer a limpeza? O Twinkloo reuniu algumas dicas essenciais para que possa manter o seu lar mais limpo e saudável. 

Bolor: de onde vem e que problemas pode causar?

O bolor nas paredes surge, na maioria das vezes, em ambientes húmidos e pouco ventilados. Mas há fatores que podem agravar este problema, como as pinturas desadequadas ou a falta de manutenção. De igual forma, as casas localizadas em pisos térreos ou acima de caves, por exemplo, têm uma maior probabilidade de criar estes fungos e manchas.

O combate a este problema deve ser feito assim que as manchas de mofo forem detetadas, de modo que se evite a sua propagação e consequente agravamento dos seus efeitos. Até porque não se trata de um constrangimento exclusivamente estético. O bolor das paredes da sua casa pode ser muito prejudicial para a saúde, provocando ou agudizando doenças respiratórias, crises de asma, alergias ou infeções.

Como tirar o bolor das paredes e dos móveis?

Excetuando os casos mais alarmantes, pode solucionar este problema sem que seja preciso recorrer ao trabalho de equipas profissionais. Na grande maioria das vezes, a limpeza pode mesmo ser feita com um produto para limpar bolor das paredes ou com algumas soluções caseiras:

  • A acidez do sumo de limão pode ser particularmente eficaz para os azulejos de uma casa de banho ou de uma cozinha, por exemplo;
  • O vinagre branco também é um aliado poderoso. Atenção: não funciona com o balsâmico ou o tinto;
  • A mistura de 300 ml de água com três colheres de sopa de bicarbonato de sódio dá, também, origem a um poderoso produto de limpeza. 

Para uma atuação mais agressiva, pode ainda recorrer à lixívia (com maior cuidado quando limpar bolor dos móveis). Neste caso, deve utilizar máscara, calçar luvas e proteger o chão, para não o manchar. Aquando do processo de limpeza, lembre-se de manter as janelas sempre abertas para deixar o ar circular e acelerar a secagem. 

Além disso, é essencial que, à medida que for eliminando o bolor das paredes ou dos móveis, limpe muito bem as escovas e os panos que estiver a utilizar. Da mesma forma, a água utilizada para enxaguar (após deixar o produto atuar) também deve ser renovada e a limpeza deve cingir-se à zona afetada. Se não tomar estas precauções, é muito provável que o fungo se espalhe para outros locais, agravando a situação. 

bolor das paredes

Como prevenir este problema?

Depois de finalizadas as limpezas, é fundamental que adote algumas medidas para prevenir o reaparecimento de manchas de bolor em casa:

  • Se os problemas de humidade forem recorrentes, invista num desumidificador;
  • Areje todas as divisões regularmente, mantendo-as sempre bem ventiladas. Preste uma especial atenção à cozinha e à casa de banho, cujo ambiente é, geralmente, mais húmido;
  • Se o bolor das paredes for um problema muito recorrente, considere pintar as paredes com tinta antifungos ou reforçar o revestimento da casa;
  • Estenda sempre as toalhas, mantenha as cortinas da banheira secas e areje bem a casa de banho depois dos duches.

Seguindo estas dicas, certamente conseguirá erradicar definitivamente o bolor das paredes e dos móveis da sua casa. Livre-se do nefasto e desagradável mofo e mantenha o seu lar — e a sua família — seguros e confortáveis.